Em branco.

Vemos nosso lado obscuro intimidar nossa luz.

Vemos nosso orgulho e coragem disputando mais de uma batalha.

O que somos e o que vemos não são iguais.

O que dizemos e o que queremos nem sempre estão em sintonia.

Estamos mudando, nessa roleta você gira primeiro e decide depois.

Estamos a um passo de seguir ou voltar.

Seguramos as páginas do tempo sem perceber que estão desgastadas.

Voltamos ao passado e tentamos concertar o futuro.

O presente está em branco mais uma vez.