Cidade da luz.



Do que seus sonhos são feitos ?

Por que agora eles se tornaram cinzas ?

A estranha cidade da luz têm nos esquecido a tempos, os cantos dos anjos anunciam mais uma vida perdida, mas ninguém senti, ninguém nota quando uma vida se vai.

A cidade dorme enquanto seus doentes reviram se em suas camas, esperando a morte os trazer paz.
A cidade dorme enquanto os loucos estão sãs, o cenário muda, as pessoas se transformam.

O dia está ensolarado, o céu um paraíso, mas as ruas estão cheias, cheias de corpos vazios, trabalhando, sobrevivendo ao seu próprio caos.

Poucos minutos gastos para se fortalecer e muitas horas desperdiçadas para se perder.

Não consigo ver sentido nisso tudo, um quadro bonito numa parede instável.

Uma coleção de palavras bonitas escondendo verdades.

Uma cidade perdida sustentando sua penumbra.

Ah..  estranha cidade, suas luzes queimam nossos olhos, seu silêncio desperta nossa fome, de viver, de viver.