Prometi.






Prometi não me arrastar, mas a cada dia que se passa tem sido difícil.

Não é somente mais um desânimo matinal que ocorre, vai além disso e sei que aos seus olhos, tudo está bem.

Quando perco minhas forças, estou sozinha com meu coração se despedaçando.

Você não me vê como eu sou, parece que tudo o que sinto é sempre banal, e todas as barreiras que quebrei não são nada.


Eu queria que pelo menos uma vez você me visse, além de todos os meus defeitos e cicatrizes.

Porque sou apenas uma estranha, e não posso ser como você quer e ser quem sou não te agrada.

Não posso simplesmente esquecer a cada vez que você abre minhas feridas, não posso simplesmente mais ignorar, quando fecho os olhos e sua voz continua me dizendo sobre tudo o que eu devia fazer.

Nunca serei a pessoa que você quer, sempre serei essa peça com defeito estragando seu motor.

Um erro de cálculo, um erro.