Evolução.






Minha habilidade com as palavras tem sido melhor do que o meu contato humano.

Muitas coisas foram invertidas e espero que essa realidade não seja permanente por completa.


lembro de como era fácil me jogar em conversas,que hoje não​ faz sentido algum, tragar um cigarro e ser entorpecida por sua fumaça.

Mas ainda sim, sou humana embora meu mecanismo não se apresente de tal forma, ainda há um coração sendo bombeado.

Ainda há sangue em minhas veias e lágrimas em meus olhos.

Minha pele queima e meus dedos ainda percorrem meu corpo.

Você vê apenas um rosto, dentre os vários pendurados na sua parede, mas não reconhece o que mudou neles.

Gosto de me perder, do alto da montanha observar o mundo, o apagar e ligar das luzes, sentir o vento me acariciar, fotografo momentos para não esquecer um dia essas sensações.

Mesmo que partes de mim, não reaja da mesma forma, coloco o plug na tomada. Recarrego as emoções, anoto no caderno minha evolução.