Você tentou.

A voz da minha consciência está dizendo por fim, pra aceitar minha natureza humana.

Encarar o que não pedi, que de nada adianta temer o que já está feito.

A busca é longa, e você tentou, tentou.

Dar o melhor de si.

Você arriscou, você lutou, você tentou.

E não importa o quanto não vejam seus esforços, você sabe o que viveu, eles só querem frisar sua fraqueza, te fazer desacreditar.

Eles querem ser a borracha apagando suas vitórias, eles querem ser a tinta preta em cima do papel escrito.

Você viveu, não importa como, você aprendeu na luta e na dor o que é alcançar e também perder.

Você caminhou com seus próprios pés, nunca precisou ser sombra de alguém.

E olha só, você chegou até aqui, com tantas pedras no caminho, seus pés ainda tocam o chão.