Um desconhecido.




Esses dias não tenho conseguido dormir, e quando finalmente consigo, é como se estivesse há dias apagada.

Acordo pesada, carregada de imagens, e flash distorcidos.

Ontem, tive um sonho, e esse sonho ficou o dia inteiro revirando minha cabeça, com um enorme ponto de interrogação.

Vi seu rosto, ouvi sua voz, compartilhamos momentos, mas eu não te conheço, nunca te vi.

Embora sonhos geralmente não façam sentidos,
dificilmente me afetam de alguma maneira.

E de algum modo, algo está errado, aquele velho alarme enferrujado em mim, voltou a tocar.


Aquele velho alarme, dizendo algo esta prestes a acontecer, então se prepare.

Não sei dizer se será bom ou ruim, nem mesmo tenho noção do que possa ser.

Só consigo sentir a sensação me embriagando, o sangue quente ardendo em minhas veias, 
os pensamentos me conduzindo a um outro universo, me teletransportando até meu sonho, esperando por fim sua continuação.