Ergam o alerta.


Sinto que não vai demorar, pra que olhemos pra trás, e vejamos o quão mudou as coisas a nossa volta.

Estamos perdendo nossa liberdade, liberdade de expressão, estamos pagando um preço caro sem termos nenhuma condição de pagar.

Estamos sendo apedrejados, e deixados nas ruas já demolidas.

Eu me pergunto, quanto tempo falta para que a ficção dos filmes, se torne nossa realidade?

Olharemos pra trás e lembraremos do que era leve, de apreciar o céu sem medo, de correr pelos jardins.

As pequenas coisas que nós tornam humanos, sendo tirados por aqueles que viraram uma máquina de destruição.

E com qual direito, estão nos tirando o direito de viver?

É decadente e deprimente saber o rumo que nossas vidas estão a mercê.

Aproveite enquanto o ar não é pago, pois quando for, nem todos terão o luxo de pagar.

Agarre o que ainda resta de bom, não sabemos o dia de amanhã.

A única certeza, é de que todos os dias alguém estar a morrer, morrendo lutando por direitos e igualdades.

Morrendo por ser violentada, abusada, menosprezada.

Morrendo,  sem nunca ter sido ouvida ou ajudada.

Pessoas estão morrendo todos os dias, uns por um prato de comida, outros pelas drogas, outros pela crueldade insana.

Porque as pessoas ficaram doentes, e o mundo está um caos.

Vozes estão sendo silenciadas, mãos estão sendo atadas, visões estão sendo distorcidas, e por fim a esperança está se esvaindo.

Ergam o alerta, se protejam, enquanto há tempo de se viver.

Não cale sua voz.