Perdida no tempo.

Carregando por longos anos minha vida, as estradas que passei me machucaram, muitas foram meu porto seguro por um período repentino.

Estacionei e fiquei parada, durante uma grande parte do tempo que não me restou mais.

Muitos diziam ser passageiro, tudo o que acontecia a minha volta.
Deixar que o tempo resolva por si só, o que não pude mudar.

E aqui estou, e aqui estou, sentada olhando a tarde virar noite, as horas virarem dias e os dias virarem meses.

Com a mesma sensação, de ter me perdido no tempo.