Fim do mundo.

Além do nosso próprio inferno pessoal, vivemos com tamanha brutalidade ao nosso redor.

São vozes, são injustiças, e o certo parece não haver mais espaço para o errado que vai se alastrando.

Li uma vez, nem sempre o bem vence o mal, e com muito pesar tenho que concordar.

Existe tanta beleza, mas só a beleza da vida não é capaz de anular a escuridão que presenciamos.

Quantos morrem tentando trazer melhorias?

Quantos dos que nos mata, nos destrói, paga pelo que cometeu?

Eu costumava acreditar, e mesmo que ainda existam heróis lutando, eu só vejo um fim.

O mundo acabando.