Não é bonito.

E são nessas situações cotidianas que acabamos por nos perder.

Procuramos o lado errado, achando que iremos ser salvos.

Nossa capacidade está bem além, você escolheu o rumo e agora não contém o que restou.

Perceba a desgraça que é a verdade, está tudo sempre tão maquiado.

Os sorrisos, as palavras e os olhares há quanto tempo já não enganam?

Não é bonito e nem perfeito tudo o que vejo através de você.

Não é bonito o que vejo em mim, aprendemos a nos despedir antes mesmo de começar.

Não é bonito olhar as rosas e ver que estão a murchar.

Não é bonito essa ideia de faz de conta, onde ambos vivem para sempre uma peça teatral, da qual já não são mais felizes.

Não é bonito, não é bonito mentir para poder viver.