Veja bem.

Não sei quanto tempo tenho, me parece que tudo agora não faz mais sentido.

Ou só eu sinto e vejo agora?

Eu ando e vejo tudo se acabando, pessoas se transformando em seus próprios inimigos.

Uma vida sendo gerada sem sentimento algum, o amor se transformando em ódio, a paz se transformando em guerra.

Nada parece fazer sentido, enquanto uns cospem sua arrogância, muitos esperam apenas a morte.

Me pergunto aonde tudo irá parar, quando foi que deixaram de sentir?

Quando foi que se esqueceram o que é viver, quando foi que desistiram de manter a paz.

Eu, veja bem, vejo tamanha beleza com tantas pessoas vazias a destruindo.

E há quem nunca veja o céu como eu vejo, e há quem nunca se lembre de como era bom viver.