Sonhos.


Só eu sei, a estrada que percorri e os sonhos que desfiz.

Nessa longa jornada, provei o gosto mais amargo das decepções.

Vivi o inferno e o céu ao mesmo tempo.

Cada um carrega o peso de si mesmo, e venho carregando minha sombra desde então.

Em um momento de nossas vidas finalmente aceitamos nosso papel e permanecemos aonde nos encontramos.

Sonhos são deixados, como alguns sentimentos também.

Se você nunca esteve preso, se suas asas sempre puderam voar, não diga a um aprisionado para sonhar.

Não diga para viver a vida que você tem,
Se o caminho é o oposto.

Quando não se senti e nem se vê, é fácil dizer que sonhos são bons para se sonhar, mas quando se passa muito tempo lidando com a parte dura da realidade eles são mais faceis ainda de serem descartados.

Aproveite seus sonhos, enquanto puder.

Mantenha seu espírito vivo, sinta a liberdade.

Os mortos já se foram, deixe que seus sonhos morram com eles.