Transparência...





Hoje a lua se encontra cheia, mas talvez não para você esta noite.

Em algum lugar nesse pequeno espaço de tormentos eu a tenho observado, ouvindo o som das marés e 
até sentindo os ventos carregando nela a solidão.

Me lembro quando os olhos eram a transparência da alma, quando refletiam o que sentíamos, quando eram inume a qualquer mentira.

Porém nunca vou saber se aqueles olhos que um dia me olharam são realmente tudo o que eu vi.