Cinzas.



Eu queimei, senti minha alma gritar por salvação.

Levantei me das cinzas que tentaram me levar para longe de tudo o que eu conquistei. eu precisava renascer 
diante desse cenário de sombras e torturas, de tristezas inacabadas  que o destino me lançou.

Sozinha tirando as enfermidades que me levaram ao precipício, tão longe do sol, do som daquele piano  embalando minhas noites de reflexão.

Recomeçando novamente, preenchendo as lacunas em branco, talvez faça mais sentido, 
atravessando essa mesma ponte pro outro lado da linha que me separa do que ficou, 
buscando meu lugar, eu estava tão perto mas cai. cai no fogo mais uma vez.