Camuflado





Camuflado, esse som tem percorrido diversas vezes pela minha mente,
o som do belo silêncio, eu não preciso e nem quero dizer, como significa minhas lágrimas caírem,
elas desaparecem antes que você as limpe.

Chances são dadas a cada segundo que você respira, cai em mim todos os lamentos,eu me levanto e em seguida caio
nesse circulo de momentos.

Tenho tentado me manter longe do que me fere, mais as lágrimas me mostram que nesse silêncio, sentimentos me controlam, não há escolha
você se afunda no seu próprio murmurio, você nunca esta inume.  

Recolha suas lembranças e as limpe, abra a janela, vê que la fora a um mundo que não vê você,
cada um vive sem saber que do outro lado histórias estão sendo contadas e inúmeras acabadas.
Ninguém vê quando não se senti.

A mim mesmo tenho confrontado, meus diálogos, meus sentimentos, me levam ao nada ao mesmo tempo que a tudo.