Uma farsa




Enlouquecendo, não consigo me sentir feliz, insana mente, estou me destruindo pouco a pouco, embora
veja uma luz em meio essa penumbra não consigo alcança la..

Corte meus pulsos, rasque minha pele, me faça sangrar.

Tudo o que faço já não tem importância alguma, tudo o que sinto só me deixa pior, jogue meu corpo no mar
para que as ondas me leve a qualquer lugar, para que eu possa descansar de um mundo onde a felicidade é uma farsa, onde o dinheiro que importa, onde os mentirosos sorriem enquanto os que sofrem não possuem nada.

Minha alma canta o último soneto de vida, vazia que no mundo aprendeu a ver injustiças.