Ela....




Ela sonhava demais com o dia em que poderia mudar sua vida, seus planos, seus versos
sonhava mas não acordava,
lutava mais não conseguia entender porque seus esforços não eram alcançados,
suas lembranças a levavam pra um mundo desconhecido, tão distante do que um dia esteve perto,
 entregues a aflição caminhava sem achar uma direção, relembrava algumas vozes, relembrava algumas imagem distorcidas, sem entender o que havia acontecido a ela, sua aflição crescia.
Então num dia a cavar seu próprio destino, se atirou ao mar, e de lá nunca saiu mais,
ela continua a sonhar, não sabendo que aqui não vive mais.