O silêncio





são tantas palavras, são tantos momentos que so me resta o silêncio.
tenho tido dificuldade de escrever meus sentimentos, coloca los numa folha de papel.
nessas horas as lembranças passam tao depressa que quando finalmente percebo,
não escrevi nada, apenas pensei, e tudo ficou embaralhado aqui.

tenho sentido saudades de como eu era, de como o vento soprava, existe uma magoa aqui,
dentro de mim, e esse sentimento apaga as luzes que me rodeia.

queria ver aquela luz que encontrei no final da estrada,numa noite estrelada, num dia comum.
Não consigo apagar as marcas fincadas em mim, toda vez que penso em mim, penso em você.
Toda vez que sinto, me acudo, toda vez que ouço me perco.

parece que me tranquei e tudo o que escrevo não soa como gostaria, estou perdendo as palavras, ou elas não me querem mais aqui.