Linhas da mente.




Quando tudo num momento se perde nas linhas do tormento, entra a questão,
o que um dia foi hoje já não é, o que te vê não pertence e toda lógica se amarra num pensar individual, mudam traços e formas, dormem, amanhecem, nada surge e nem engradece..