Eu olho você






E tudo num momento se perde ou se encontra, a noite caindo e seus risos incapacitados de abrirem ,
o tempo passando no ponteiro, sua alma procurando além....

E hoje já não vejo o que eu sempre quis, através dos meus olhos me perco nesta imagem, tudo fica paralisado, ando e tento mudar a estranha sensação de que errei, pra onde correr, se passos não mudam minha forma, minha expressão...

Eu olho você, eu tento enxergar o que nos levou ate aqui,
até onde vai as feridas que se cavam?
até onde poderemos seguir?

Eu olho você mas não consigo enxergar tudo o que um dia vi...

As vezes me sinto dormindo, esperando acordar deste sonho confuso, destas imagens na minha cabeça..
Eu preciso ver o que não vejo mais...tão longe ... as partes se perdem de mim....

Eu olho você!