Não posso..


Amanheceu, e já pude sentir o vazio camuflado em minha alma.

Há dias, que eu preciso esconder a dor que transborda e fingir, um falso tolo sorriso talvez.

Embora eu viva saturada de momentos assim..

Acho que estou deixando de sentir muitas coisas agora.

Quando se vive mais tempo com certos sentimentos , os outros acabam
Soando como desconhecidos..

Então, não sei dizer do desconhecido agora, só sei dizer do que conheço.

Eu ergo minha cabeça e tento manter minha mente Sã, porque não posso me permitir cair mais uma vez.

Seu mundo..

Abra seus olhos, estamos correndo em direção opostas.

Ouça, não vai ser tão ruim assim..

Eu encontrei meu lugar, você encontrou o seu...

Você superou as dores, sua força está além do que hoje posso ver, e você apenas se tornou um estranho agora para mim.

Um novo recomeço, não posso mais estar por perto, para ver suas vitórias.

Estou começando minha jornada como uma desconhecida, ninguém sabe quem sou, e de onde venho, sou uma estranha...

E agora todos podem te conhecer, apenas segure firme..
Quanto mais pessoas conhecer, mais difícil será se esconder.

O que está esperando?
Entre no seu mundo, e abrace sua platéia.

E a vida continua....

A vida continua...

Mesmo que não estejamos vivendo..

A vida continua, mesmo após a morte, a dor silenciada, a alma desolada.

E quantos cenários passam despercebidos, quando nos trancamos, quando paramos de simplesmente olhar e nos prendemos no sentir.

Sentir a perda, sentir as dores, sentir as emoções se transformarem numa lâmina quente.

Não possuímos o dom da eternidade, nem mesmo se pudesse eu gostaria também.

Acredito que tudo tem seu tempo certo, tempo de nascer e tempo de morrer..

Abrimos nossas portas para escuridão diversas vezes, esquecendo que a pequena luz que nos rege não está sendo olhada...

Não tenho me iluminado, nessa caça ao fim da escuridão. E tenho visto a vida continuar sem mim..

Um sonho....


Estou navegando pelas correntezas, ouvindo apenas esse eco dentro da minha mente..

Algo me diz para continuar, que por trás da neblina mora meu lugar.

Por trás dessa imensa escuridão,
Eu fecho meus olhos e deixo que sua voz me conduza ao brilho das estrelas, minha alma adormece sob as nuvens com seu doce canto em meus ouvidos.

Sei que ao acordar não estarás mais aqui, e eu estarei a continuar navegando procurando meu lar.

Você simplesmente é meu sonho, e quando o sono me acalenta, eu posso estar com você mais uma vez.

E se por ventura....

Por muito tempo tentei ao máximo nos manter unidos, mesmo que distantes.

Mas vejo que não podemos nos reaproximar, não assim...

É melhor para você e vai ser melhor para mim.

Construímos nossas barreiras com o tempo, e todo o sentimento existente não é capaz de quebrar esse muro que nos divide.

Não eliminamos o sentimento à nos afastar, e sim deixamos que possamos viver sem continuar nos magoando.

E se por ventura, um dia nos encontrarmos, nossas mágoas terão sido esquecidas e se houver um recomeço, começaremos a partir deste momento.
E não do que tentamos ser e sim do que hoje nos tornamos.

Como o vento.

Eu não sei o que você vê, quando me olha.
Mas tenho certeza que não é quem eu realmente sou.

Assim como minhas palavras, que se tornam sem sentido para você...

Uma imagem pode conter tantos significados, então porque eu me definiria a uma coisa só.

Me escondo por vezes...

Me escondo de quem nunca poderá me entender e entrar neste meu universo de sentimentos complicados.

Me escondo do que não pode ser real pra mim...

Tão longe eu vou me levando , como o vento que depois desaparece.



Mudar quem sou..


Todo dia eu recomeço muito perto do fim..
Eu não sei de você, mas sei de mim.

Nesse momento tenho trancado alguns sentimentos, embora eu sempre os sinta, mas minha boca nunca os falem..

Eu observo, e deixo que a clareza e a força juntas possam me encontrar.
Já que durante toda essa caminhada eu não as tenha encontrado.

E como seria bom se simplesmente como uma borracha, eu pudesse apagar o que sinto e recomeçar do zero.

Mudar quem sou...
Ah mudar quem sou...

Sou invisível.

Tenho me esforçado, mas novamente tenho me afogado.

Queria em alguns momentos simplesmente desaparecer, me canso de mim e quem não iria se cansar também?

Minha mente me perturba, minha alma sangra.

Só peço que me deixem morrer um pouco, eu não suporto todo tempo.

Não quero acumular minhas dores, e nem quero cansar seus olhos, não me olhe enquanto estou morrendo.

Sou meu próprio fardo.
Quem se importa?

Sou invisível.

Meu herói

Ele é meu herói..
Nada foi fácil desde o inicio do seu surgimento em mim.
Foram meses de agonia e de lutas para que pudesse enfim viver.
E no ultimo minuto parecia que nossas vidas iam se indo, morrendo lentamente, me lembro de enxergar uma luz forte sobre mim, do nada um brilho intenso sobre meu corpo, surgia a partir dali nosso renascimento..

Conseguimos, nos dois juntos! Estamos vivos.

Debilitada não consegui segura lo no seu primeiro dia.

Mas depois foram dias e mais dias na UTI, esperando que você se fortalecesse, que pudéssemos ir para casa então.

Passava se dias e mais dias, e depois de um tempo sua alta enfim chegou.

Foi o momento que mais havia esperado, e o alivio e felicidade se misturavam naquele momento em mim.

Te vi crescendo, e nessa jornada eu sentia mas não sabia de fato sobre seu desenvolvimento..

Você é minha fonte de vida e muita coisa em mim nasceu depois que você chegou.

Hoje eu peço que um dia consiga falar comigo,mesmo que só de me olhar eu já saiba o que quer dizer.

Eu só peço que essa luz que te ilumina nunca se apague
Eu só peço que você seja feliz.
Eu só peço que ninguém te machuque.

Meu anjo, obrigado por existir.

Cartas aos vivos

As vezes escrever é mais fácil do que simplesmente dizer, mesmo que de certo modo, os dois modos me preocupa.

Sei que é esperar demais, que muitos entendam minha aflição e os flashes de coisas que já se foram, mas que permanecem até hoje.

Costumo dizer que coleciono fantasmas,
Porque parece que sempre há algo que deixei escapar, que preciso concertar.

Como se fosse possível voltar o tempo e refazer certos momentos, como se eu pudesse mudar algo então, diminuir a dor de quem eu fiz sofrer.

Sempre fui mais de escrever, do que agir e dizer, talvez isso tenha sido metade da causa de muitos problemas.

Não aprendi ser forte quando precisei, não estive por perto quando seu mundo caiu.

E agora depois de tantos anos, me sinto em dívida porque o que antes eu não entendia, agora eu vejo..

Nos separamos, e algumas lembranças foram apagadas sem que eu notasse, tento relembrar as partes boas e só consigo relembrar as de dores e sofrimento.

Onde erramos então?

Não era pra ser assim, e sinto falta da parte que eu nunca vivi.

Eu espero que as dores um dia se acabem, que você se liberte, deixe que os fantasmas morem somente comigo.

Não se prenda a eles, eu sei, eu sou como você, e você para sempre será parte de mim.

E quero que saiba, eu entendo suas fraquezas e perdoou suas falhas.
Acredito que só agora você entenda isso, assim como espero que entenda e me perdoe também.

Me afastei de muitos que pareciam me conhecer, mas foi para nosso próprio bem.

Não quis destruir o que já vivemos, é melhor que fique as lembranças boas, ninguém precisa conhecer e entrar no meu mundo agora.

Sei que ao me olhar ainda procura aquela menininha, que desapareceu com o tempo e que senti saudades.

E que hoje olha sem saber ao certo no que se tornou.